segunda-feira, 1 de março de 2010

TILLIKUM , A BALEIA

O dia 24 de fevereiro foi marcado por uma tragédia que o mundo inteiro lamentou . Nas primeiras horas da tarde , lotado como sempre , o parque temático SeaWorld , de Orlando , apresentava o show em que a baleia orca Tillikum contracenava na grande piscina com sua treinadora e amiga Daw Brancheau . Uma convivência que já vinha de longa data e que podia ser traduzida pelo proprio nome da orca : "Amiga" , no dialeto dos índios chinuque . Para delirio e alegria de crianças e adultos , Brancheau brincava com Tillikum , enfiava peixes em sua boca , contracenava com ela em movimentos sincronizados e acariciava sua enorme cabeça . O show terminava com ambas dançando sob as águas límpidas e azuis da piscina . Em determinado momento , para pavor e espanto do imenso público , Tillikum arremessou a cabeça para fora d´agua , envolveu o corpo de Brancheau em sua bocarra , sacudiu-o violentamente e o arremessou de encontro ao chão . A treinadora morreu na hora . No dia seguinte , embora a direção do SeaWorld tenha garantido que não vai sacrificá-la , Tillikum apareceu nas páginas da imprensa mundial como sendo a "baleia assassina" . Poucos pararam para pensar , um segundo sequer , no castigo impiedoso que os homens reservaram para ela , a ponto de enlouquecê-la : roubaram-na da imensidão dos mares ,afastaram-na de seu grupo , proibiram-na de percorrer a esmo o mundo dos oceanos e simplesmente a trancafiaram numa minúscula piscina para fazer o público feliz com os seus malabarismos . Tal como fazem com leões , elefantes , macacos e outros animais arrancados de seu habitat para dançarem sob chibata nos picadeiros dos circos . Quem não enlouqueceria sob tamanha tortura ? Não , Tillikum não é uma assassina . Tillikum é mais uma vítima da ganância e da impiedade dos homens .

3 comentários:

Eduardo P.L disse...

Concordo plenamente. Lugar de animal é em seu habitat .

Mundo Novo disse...

Caro Eduardo: obrigado pelas dicas e comentários.Abraços meus . Waldo

... disse...

essa baleia nasceu em cativeiro?