segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

PAÍS DO CARNAVAL


A capital da República virou um prato cheio para as páginas policiais . Não há dia em que um figurão do baixo mundo da política não apresente uma novidade : roubo , extorsão , propina , compra de voto , infidelidade partidária , desafios à Constituição , ultrajes ao Código Penal e os já tristemente famosos "mensalões" . O mais recente foi liderado pelo governador José Roberto Arruda , figura por demais conhecida no submundo de Brasília . E foi tamanha a grita e tantas as comprovações das fraudes que , por milagre neste país da impunidade , ele acabou sendo preso . Por quanto tempo , ninguem sabe . E enquanto a Assembléia Distrital discute qual a punição que ele merece , o povo assiste passivamente o algoz ser julgado pelos proprios companheiros e amigos , réus ,eles também , no ról das falcatruas . Mas a Justiça parece estar alerta e pelo que se pressente , não restará pedra sobre pedra . Ou centavo sobre centavo . Uma pergunta , apenas , paira no ar contaminado de Brasília : e o Mensalão do PT , desenrosca ou não desenrosca ? Sai ou não sai das gavetas bem trancadas dos tribunais ? Atinge ou não atinge os figurões palacianos que mergulharam no crime valendo-se da sombra protetora do presidente Lula da Silva ? O povo quer e precisa saber se a Justiça que julgará um dia os radicais do PT , é a mesma que colocou na cadeia o celebrado governador Arruda . Se for , tudo bem !

Um comentário:

Eduardo P.L disse...

Como estive fora do Brasil nesses últimos 23 dias, ler suas crônicas esta sendo muito oportuno e interessante! Como pode haver um governador cara de pau, e cabeça de panetone, como esse, num país como o nosso?