sábado, 1 de maio de 2010

FORMAÇÃO DE QUADRILHA


Parece até que estavam sincronizados , como numa operação de guerra . Horas depois do porta-voz da presidência da República informar que Lula da Silva não pretende revogar o status de "refugiado político" aos delinquentes paraguaios do EPP que estão "hospedados" no Brasil , a organização criminosa brasileira MST começou a receber em seu acampamento de Itaquaraí ,MS, às margens da Rodovia BR-163 , centenas de famílias de brasiguaios . A prefeita de Itaquaraí , Sandra Cassone (PT), garante que mais de 400 famílias de brasiguaios já chegaram à região . A de Alaércio Zanella é uma delas . "Vim para fazer acampamento - disse êle - Se sair um pedaço de terra aqui , não volto mais para lá " . É um novo foco de tensão que o MST está criando no Brasil , sob o absoluto e total silêncio das autoridades civís e militares brasileiras . Lula da Silva pretende ir ao Paraguai nos próximos dias para dizer pessoalmente ao presidente Fernando Lugo que os terroristas do EPP ( Exército do Povo Paraguaio) continuarão recebendo asilo de seu governo . O EPP é uma organização terrorista de orientação marxista-leninista e está infernizando a vida do povo paraguaio com atentados , assassinatos , roubos , sequestros e invasões de terra .Tem ligação estreita com os governos da Venezuela , Cuba e com as FARCs colombianas . Os três delinquentes paraguaios que receberam o status de "refugiados politicos" no Brasil são : Anuncio Martí , Victor Calman e Juan Francisco Arrone . A êles se soma o criminoso e terrorista italiano Cesare Battisti , do PAC , que come e bebe ás custas do contribuinte brasileiro desde 1992 , quando entrou ilegalmente no país . Lula também não atendeu o pedido de extradição feito pelo governo italiano .

Um comentário:

Eduardo P.L disse...

O Brasil pasando para o mundo a ideia de porto seguro, para assassinos, terroristas e gente da pior espécie, vindas do mundo todo! Mas não é de hoje, que ladrões de trens ingleses, e traficantes colombianos se refugiam em nossa pátria! Território livre! Terra de ninguém!