quinta-feira, 1 de abril de 2010

A FAMÍLIA BUSCAPÉ


No momento em que estou escrevendo , o jornal "O Estado de S. Paulo" completa exatos 244 dias de censura por ter tentado informar que o empresário Fernando Sarney , filho do senador José Sarney ,teria desviado ilegalmente milhões de dólares para o exterior . De nada adiantou o jornal ter batido às portas da Justiça , que às vezes se mostra surda aos clamores mais justos . Pois bem : no dia 25 de março passado o Ministério da Justiça viu-se na obrigação de tornar pública a denúncia de o governo da Suiça localizou e bloqueou uma conta que hospedava US$ 13 milhões em nome da empresa Lithia e não declarados à Receita Federal do Brasil . E quem seria o dono desta empresa ? Você acertou se apontou o nome de Fernando Sarney . Ele foi desmascarado quando tentava transferir recursos dessa conta para o principado de Liechtenstein ,um paraíso fiscal localizado entre a Suiça e a Áustria .Uma outra conta do grupo , na China , teria sido utilizada para hospedar outra remessa de US$ 1 milhão . Enquanto isso , em Brasilia , onde preside com o amparo de Lula da Silva o outrora vetusto Senado da República , Papai Sarney continua sem explicar à Nação os atos vergonhosos que culminaram na descoberta de mais de 300 atos secretos para nomear o bando apadrinhado por êle e outros senadores e funcionários da Casa . A isso soma-se agora o pedido feito pelo Ministério Público Federal para que Papai Sarney devolva aos cofres públicos o dinheiro que recebeu nos últimos cinco anos e que ultrapassem o teto salarial de R$ 26.723,oo estabelecido para o funcionalismo público . Segundo a Ação Civil Pública o senador recebe mensalmente R$ 52.060,98 assim distribuidos : R$ 16.500,00 como senador e R$ 35.560,98 referentes a duas aposentadorias no Maranhão .Isso totaliza um ganho anual de R$ 676.792,74 . É na companhia deste ilustre Senador da República que a candidata do PT à Presidência vai desfilar diante do povo maranhense . Haja estômago !!!

Um comentário:

Eduardo P.L disse...

Muito bem lembrado. A propósito leia no Estadão de sexta passada (02/04/10), o artigo do Nelson Motta sobre a INTERNET e e o SARNEY. Vale a pena!

Forte abraço e BOA PÁSCOA!